segunda-feira, novembro 20, 2006

Descrição


"Nos diversos cambiantes de luz, quando as nuvens suspendiam o seu véu de chuva sobre a terra, quando o sol luzia num céu límpido, ao entardecer, quando o matriz brilhante do Arco-Íris se espalhava no céu, como ainda iluminado pelo luar, o aqueduto era uma imagem majestosa e imponente que dominava a paisagem"

HANS CHRISTIAN ANDERSEN sobre o Aqueduto das Águas Livres

Realmente há que reconhecer o seu génio...

Sem comentários: