quarta-feira, fevereiro 03, 2010

E de repente...


...apercebi-me que como tudo na vida, o tempo também passa.
Enviaram-me esta imagem num e-mail, e ao passar os olhos por cima dela dei conta de quantas saudades tinha de ser criança, era tudo tão mais fácil...


Bejos

Patricia

1 comentário:

milita disse...

oh patricia se tu tens saudades de ser criança que ainda és tão novinha, imagina eu...ui saudades imensas, dos laçarotes que a minha mãe me punha no cabelo,as sainhas coloridas enfim de tudo... Mas é bom sentir saudade é sinal que continuamos cá e que fomos um dia crianças inocentes e felizes.
Beijinhos