quarta-feira, setembro 01, 2010

Miguel

E eis que a nossa "família" está novamente a crescer. Já nasceu o Miguel, o mais recente membro da Família da Biblioteca.
O Miguel nasceu hoje, com 3.920kg de cesariana no Hospital de Évora. Marta e Jorge, a partir de hoje, o dia tem um brilhosinho a mais, a luz do sol e mais forte, as cores são m ais vivas e a vida é simplesmente perfeita!
Muitos parabéns aos papás, que vosso futuro seja sempre risonho, e que de futuro mais bebés se venham juntar ao Miguel para tornar a vossa felicidade completa.



Quando eu nasci,

Ficou tudo como estava.

Nem homens cortaram veias,

Nem o Sol escureceu,

Nem houve Estrelas a mais...

Somente,

Esquecida das dores,

A minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,

Não houve nada de novo

Senão eu.

As nuvens não se espantaram,

Não enlouqueceu ninguém...

P'ra que o dia fosse enorme,

Bastava

Toda a ternura que olhava

Nos olhos de minha Mãe...

Sebastião da Gama, Serra-Mãe


Há momentos que nos marcam, pessoas de quem realmente gostamos que nos trazem noticias boas. Este é um deles. E estamos assim a crescer cada vez mais, por isso: Elsa, Ana e Patrícia, faltam vocês...

Hasta

Patricia

P.S.: E não é que a Zélia tinha Razão??

3 comentários:

Açúcar Amarelo disse...

Claro!
E quem é que manda utilizar o meu poema favorito, de sempre?

Patrícia disse...

Foi por um motivo especial...

Ana disse...

Minha querida, da minha parte ainda vão ter que esperar...sou a última da lista, lol :) Beijinhos